Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate

Portuguese English Spanish

Opções de acessibilidade

Início do conteúdo da página

A Forja 89

Acessos: 1393

TEMAS TRATADOS NESTA EDIÇÃO

 

VBC CC Abrams M1A2 SEPv 3

VBC CC AMX 56 Leclerc

VBC CC Challenger 2

VBC CC K2 Black Phanter

VBC CC Leopard 2A7+

VBC CC Merkava MK 4

VBC CC T 14 Armata

VBC CC T 90MS

VBC CC Type 10

VBC CC Type 99A2

 

Os 10 melhores carros de combate


Seção de Doutrina – C I Bld

A Forja do mês de outubro, mês de aniversário do Centro de Instrução de Blindados General Walter Pires aborda as Viaturas Blindadas de Combate Carro de Combate (VBC CC).

Esse blindado tem sido o tema mais recorrente de nossa publicação. Afinal, um carro de combate tem capacidades táticas óbvias como poder de fogo, proteção blindada, ação de choque e mobilidade. Apesar do fato de existirem muitos outros armamentos mais poderosos, avançados tecnologicamente e mais caros, o que mais representa simbolicamente o poder militar de uma nação, ou é visto assim pelo público em geral, é o carro de combate (CC). O número de fotografias, vídeos, artigos, livros, documentários e até de games que existem atualmente sobre esse tipo de blindado comprovam a afirmação.

Ao longo de 21 anos de FORJA, quase todos os CC existentes já foram abordados. Por esse motivo, o informativo desse mês apresentará algo diferente. Uma lista de 10 blindados que são considerados pela equipe do CIBLD como sendo alguns dos melhores em utilização. Não ousamos ranqueá-los porque seria tarefa inglória. Assim apresentaremos novidades ocorridas nos últimos 2 anos de 10 carros muito avançados. Desejamos uma boa leitura. Aço !!!

 

Abrams M1A2 SEPV 3

 

 

O M1A2C (também conhecido como SEPV 3 - System Enhancement Package Version 3) é uma versão modernizada do principal carro de combate do Exército Americano. Sua configuração oferece maior proteção, capacidade de sobrevivência e alta letalidade em comparação com as versões anteriores.

Em 2017 foi assinado um contrato com a empresa General Dynamics Land Systems para atualizar mais de 400 unidades do M1A1 Abrams para a configuração M1A2C. O projeto está em fase de testes de produção e finalização (segundo o Exército Americano).

A versão A2C inclui conectividade aprimorada, permitindo comunicação com recursos avançados de rede, visores e interfaces para o monitoramento do carro, além de data links para munições que as versões anteriores do Abrams não eram capazes de disparar. Destacam-se também a instalação de uma unidade auxiliar de energia (APU) mais potente, um novo pacote de blindagem na torre e chassi com maior proteção contra dispositivos explosivos improvisados (IED) e 3ª geração do sistema FLIR para aquisição, identificação e combate de alvos.

 

 

 

AMX 56 Leclerc

 

 

O Leclerc é o carro de combate do Exército francês. O CC entrou em serviço em 1992 em substituição ao AMX-30. Segundo o relatório da empresa Defense IQ, Armoured Vehicles Global Market Report 2020, a França possui 200 unidades do CC e os Emirados Árabes possuem 390 Leclerc na versão “Tropical”(versão melhorada e adaptada ao país).

Embora não tenha sido utilizado em combate, o Leclerc do Exército Francês foi utilizado em missões de manutenção da paz no Kosovo e no Líbano, já os CC dos Emirados Árabes entraram em combate no Iémen.

Em 2015 teve iniciou um programa de modernização do AMX-56 Leclerc visando aumentar seu poder fogo e sua proteção. Novo sistema de comando e controle, novos equipamento de visão noturna, sistema de alerta laser, sistema Jammer e blindagem adicional, estão previstos neste pacote.

 

 

 

Challenger 2

 

 

O Challenger 2 é o atual carro de combate do Exército Britânico. Após anos de desenvolvimento e testes, em 1998 o CC entrou em serviço. Apesar de possuir o mesmo nome de seu antecessor (Challenger), trata-se de um projeto novo, pois menos de 4% das partes são comuns aos dois carros.

Em 2003 o Challenger 2 foi empregado na Operação Telic, durante a Segunda Guerra do Golfo, nessa ocasião116 carros foram utilizados na invasão do Iraque.

Como parte do Projeto de Extensão de Vida (LEP), que visa modernizar o CC e estender sua vida útil, foi apresentado um protótipo da versão Black Night do Challenger 2 (chamado assim devido à sua capacidade aprimorada no combate noturno) pela BAE Systems. O Black Night possui, dentre outros equipamentos, sistema de proteção ativa, sistema de alerta laser, câmara termal , capacidade hunter killer para o cmt cc, rastreamento automático de alvos e um novo sistema de controle de tiro. Além desse protótipo, outros projetos estão sendo propostos para o LEP do Challenger 2 como a proposta da parceria entre as empresas Rheinmetall e BAE Systems (RBSL), que foi apresentada em setembro de 2019.

 

 

 

K2 Black Phanter

 

 

O K2 teve seu projeto finalizado em 2006, em outubro de 2009 foi apresentado ao público durante a Seoul Aerospace and Defence Exhibition e, em 2016, as primeiras unidades do Black Phanter foram entregues ao Exército da Coreia do Sul para substituírem gradativamente os K1.

O K2 é considerado por especialistas um dos carros de combate mais avançados do mundo, chegando a superar os CC da Coreia do Norte e China, e também o mais caro da atualidade.

O novo carro sul-coreano é equipado com o mais recente canhão alemão L55, seu sistema de controle de tiro é capaz de detectar, rastrear e disparar automaticamente sem a necessidade de qualquer intervenção da guarnição. Além disso, o K2 é capaz de disparar as novas munições KSTAM (Korean Smart Top-Attack Munition). Estes são projéteis inteligentes do tipo fire and forget e possuem seu próprio sistema de orientação, auxiliado por aletas estabilizadoras. O tiro com essa munição pode ser feito de modo curvo, como se morteiro fosse.

O CC possui ainda os sistemas de posicionamento global, navegação inercial e de gerenciamento de campo de batalha, tudo conectado ao C4I.

 

 

 

Leopard 2A7+

 

 

O 2A7+ é a versão mais recente da família Leopard, possui melhor precisão e maior alcance devido a seu canhão 120mm e seu avançado sistema de controle de tiro do que as versões anteriores. As primeiras unidades da versão 2A7 começaram a serem entregues em 2014.

O carro de combate possui recursos aprimorados de proteção e vigilância, podendo operar também em conflitos de baixa intensidade. e está equipado com um kit de proteção modular com módulos de blindagem passiva para oferecer proteção de 360° contra mísseis anti-carro, minas, dispositivos explosivos improvisados e granadas de RPG.

Além da Alemanha, outros países como Catar e Hungria já estão adquirindo essa verão do carro.

 

 

 

Merkava Mark 4

 

 

O Merkava MK 4 é o modelo mais recente na evolução da família Merkava do Exército Israelense, o modelo 4 entrou em uso no ano de 2004.

Esse carro de combate é o único é capaz de transportar tropa no compartimento de munições, além de sua guarnição. Seis militares ou três macas podem ser transportados quando a munição está descarregada.

A primeira prova de fogo do Merkava-IV ocorreu em 2006 durante a Guerra do Líbano, conflito que colocou frente à frente o exército de Israel e as forças do Hezbollah. O carro é equipado com o sistema de proteção ativa Trophy, que em 2011foi colocado à prova contra mísseis com munição HEAT, próxima à fronteira com Gaza.

Um novo pacote de modernização do Merkava IV, chamado BARAK, está em desenvolvimento. Esse pacote usará capacidades avançadas de inteligencia artificial, com a finalidade de reduzir a carga de trabalho da guarnição e melhorar a precisão no combate a alvos. Vários sensores e câmeras serão instalados no carro, que juntamente com o capacete “Iron Vison” da Elbit Systems e com um novo gerenciador de campo de batalha, permitirão uma maior consciência situacional da tropa embarcada.

 

 

 

T 14 Armata

 

 

O T-14 Armata é o CC de nova geração da Rússia. Os primeiros veículos da pré-produção foram apresentados em 2015 e a produção do primeiro lote iniciou em 2018. Uma vez em serviço, o T -14 irá substituir gradativamente os CC T – 72M3 e T – 90.

A guarnição do Armata fica protegida em uma célula de sobrevivência no chassi do carro, distante dos reservatórios de combustível e do compartimento das munições. O T-14 é o primeiro CC do mundo a ser produzido com torre não tripulada (Unmanned turret), além disso ela é remotamente controlada e com carregamento automático do canhão.

Considerado um dos mais modernos e tecnológicos da atualidade, o T-14 possui monitoramento através de câmeras 360º, rastreamento automático de alvos, sistemas de proteção ativos e passivos, proteção antiminas e blindagem adicional.

Já existe o projeto chamado Armata Universal Combat Platform que visa uma família de blindados sobre a mesma plataforma do T-14. Os protótipos da VBC Fuz T-15 e da VBC Soc T-16 já foram apresentados.

 

 

 

T-90MS

 

 

O T-90MS é a modernização mais recente e completa da família de carros de combate T-90, desenvolvida e produzida para exportação pela . Em 2011, durante a exposição de defesa Russian Expo Arms, o T-90MS foi apresentado pela primeira vez em público. Essa versão do CC teve todas as características da versão anterior melhoradas, visando aumentar suasc apacidades operacionais.

O T-90MS incorpora novas capacidades com a utilização do sistema de controle de tiro Kalina (o mesmo sistema do T-14), o qual agraga ao poder de combate do carro a possibilidade de rastreamento automático de alvos tanto pelo atirador como pelo comandante e a identificação de alvos a 5.000m. O CC possui ainda sistema de navegação inercial Glonass, SARC com metralhadora 7,62mm e pode conta ainda com ar condicionado e com uma APU (Auxiliary Power Unit).

Segundo o New Delhi Times, o governo da Índia aprovou a aquisição de 464 unidades do T-90MS, em um contrato de $1,93 bilhão. A Índia já possui mais de mil T-90S “Brishma”. O Exército Russo testou, em 2017, o T-90M (uma variação do T-90MS) para uso de sua tropa, segundo a TASS Russian News Agency, o contrato de fornecimento por parte da empresa Uralvagonzavod foi assinado em 2017, a TASS informou ainda que 31 unidades do T-90M foram entregues ao Exército Russo em 2018.

 

 

 

Type 10

 

 

O Type 10 é o mais recente carro de combate do Exército Japonês. O projeto do carro iniciou na década de 90 e seu primeiro protótipo foi apresentado em 2008, no ano de 2012 o Type entrou em serviço na Força Terrestre do Japão.

Durante o desenvolvimento do carro foi dado grande ênfase em seu sistema de gerenciamento de campo de batalha digital e em equipamentos eletrotônicos sofisticados de C4I ( comando, controle, comunicações, computadores e inteligência artificial). O C4I permite que o CC trabalhe em conjunto com outras tropas que estejam na mesma rede, compartilhando informações (rede sem fio) e inclusive designando alvos para outro carro. Por isso o Type 10 é considera um dos veículos blindados tecnologicamente mais avançados da atualidade

Projetado para ser leve e de fácil transporte rodoviário e naval, o Type 10 pode reduzir seu peso quando sua blindagem adicional é facilmente removida.

 

 

 

Type 99 A2

 

 

O Type 99A2 é a versão mais recente da família de carros de combate Type 99 do Exército Chines. Seu desenvolvimento iniciou em 2003, e em 2011 entrou em serviço. Em comparação com seus antecessores, há várias modificações no poder de fogo, mobilidade, proteção blindadas e tecnologia, o que resultou no aumento das dimensões do chassi e da torre.

O carro recebeu um novo sistema de controle de tiro com capacidade Hunter Killer e rastreamento automático de alvos, bem como uma nova câmara térmica, novo computador balístico e sensores de condições atmosféricas. Além disso, o chassi foi aprimorado para resistir à minas anticarro.

O Type 99A2 possui um sistema de monitoramento de todos os sistemas do carro e equipamentos modernos de comando e controle.

 

 

 

 

 

Fontes:

 

www.military-today.com
www.globalsecurity.org/military
www.army-guide.com
www.army-technology.com
www.kmweg.com
www.armyrecognition.com
www.army-technology.com
www.businessinsider.com
www.armytimes.com
www.nationalinterest.org
www.tanks-encyclopedia.com
www.janes.com
www.tass.com
www.defenceiq.com
www.thediplomat.com
www.newdelhitimes.com
www.militaryfactory.com
www.shephardmedia.com
www.soha.vn

registrado em:
Fim do conteúdo da página